Ads 468x60px

Segurança


Duas mulheres atingidas a tiro de caçadeira ficaram feridas com gravidade


Duas mulheres ficaram feridas com gravidade, após terem sido atingidas a tiro de caçadeira por dois indivíduos, em Rio Maior, no domingo à noite.

Uma das mulheres corre risco de vida, na sequência de ferimentos na cabeça, disse à Lusa fonte da GNR. A vítima foi encaminhada para o Hospital das Caldas da Rainha e, posteriormente, para uma unidade hospitalar de Lisboa.
A outra mulher, de 32 anos, foi atingida nas costas e encontra-se a receber assistência em Santarém, segundo a fonte da GNR local.
Os presumíveis autores dos disparos, assim como as armas, ainda não foram encontrados, explicou a mesma fonte, acrescentando que, no local da ocorrência, registada cerca das 21.25 horas, estiveram, além dos militares, os bombeiros locais e agentes da Polícia Judiciária de Leiria.
No local, foi montado um perímetro de segurança.


Homem que matou ex-mulher em Lagos encontrado morto

O homem que no sábado matou a ex-mulher a tiro numa rua de Lagos suicidou-se, disse fonte policial, acrescentando que o homem foi encontrado dentro do carro.

foto GLOBAL IMAGENS
A mesma fonte, que remeteu mais esclarecimentos para mais tarde, disse que o homicida foi encontrado ainda durante a noite de sábado, horas depois do crime.
O homicida, de cerca de 60 anos, terá disparado vários tiros contra a ex-mulher, de cerca de 50, de quem estava separado, em plena via pública.
O crime ocorreu numa zona ajardinada da cidade, junto ao Hospital São Gonçalo de Lagos, onde os dois se teriam encontrado para conversar, a pedido do homem.
A mulher era professora numa escola em Lagos, tal como o ex-marido, embora este já estivesse reformado.



0 comentários:

Postar um comentário